Blog

Fluidez

Fluidez

Eu escuto, me assusto.

Me vejo atenta e me obrigo a pensar.

Eu penso, muito.

Eu sinto.

Eu falo.

Eu escuto.

Eu faço novos acordos.

Eu me adapto.

 

Eu me recolho.

Me assusto.

Medito e me acalmo.

 

Eu me exponho.

Me entrego.

Me desdobro.

Eu sinto e me recolho.

 

Eu rezo.

Me cubro.

Me escondo.

Observo.

Eu abro mão.

E estendo a outra mão.

Eu me autorregulo todo o tempo.

Eu oscilo entre paz e stress.

Sorrisos e medos.

Eu sou você.

Você vê pelos olhos da sua mãe.

Somos coletivo.

Somos força quando estamos juntos.

E seguimos.

Em tempos incertos, escrevi e reescrevi meu texto da coluna do mês. Não saia, não fluía. Respirei, pensei e reescrevi de outra forma. Me vejo nessas linhas: real, visceral e inteira.

Ficaremos bem porque estamos juntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *