Blog

Um carnaval à espanhola.

Até a minha adolescência adorava o carnaval, era a altura do ano em que eu podia ser outra pessoa, não que eu não gosta-se de mim. Podia vestir-me de coisas diferentes. A minha avó sempre arranjava umas fantasias para mim e para os meus irmãos, foi ela que me criou.
Era uma animação tirar as roupas do saco para descobrir quem eu iria ser naquele ano. Com certeza que espanhola era o meu favorito, folhos, vestido vermelho, maquilhagem era tudo de bom para mim.
O carnaval era para mim um escape, uma liberdade por poder vestir uma roupa diferente do normal, mesmo condicionada porque tinha que escolher entre duas ou três fantasias.
Á medida que o tempo foi passando e eu comecei a ter mais autonomia para escolher as minhas roupas na adolescência, deixei-me de fantasiar. Hoje nem ligo é um dia normal, porque todos os dias, agora visto me de uma pessoa diferente. Vejo os desfiles das escolas de samba do vosso Brasil a amo. Toda aquela paixão, alegria e garra que as escolas colocam naquela avenida é maravilhoso. O carnaval português é bem diferente, o tradicional, embora já à algum tempo com a vinda de muitos brasileiros para Portugal já existem escolas de samba. Noutra escala, mas a alegria é a mesma.
Bom Carnaval.
Como podem ver na foto eu fantasia da de espanhola com 10 ou 11 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *